Governo da Bahia

Governo da Bahia

Notícias de Última Hora

Paulo Carneiro exalta elenco após triunfo e explica situação financeira do Vitória

O presidente do Vitória, Paulo Carneiro, fez questão de exaltar o time após o triunfo por 2 a 0 sobre o Vila Nova, nesta terça-feira (3), no Olímpico, em Goiânia. Com o resultado, o time emendou uma sequência sete jogos sem perder.

“Quantos times nesses campeonatos podem dizer que estão há sete partidas sem perder. Em sete jogo tomou um gol. Estamos já prontos como a gente quer? Não. Sempre vai faltar alguma coisa. Mas hoje ganhamos a segunda fora.

Então temos que parabenizar essa equipe, que trabalha muito, trabalha duro, time que montamos no meio do campeonato. 

Fora de campo também. Treinador de goleiros, preparador... Não tinha nada no Vitória. Era terra arrasada. Estamos devagarzinho. Mas o futebol tem adversário, que tem esses mesmos conflitos emocionais. 

Esse time hoje só tem uma partida ganha aqui. Só se falava em vitória... E jogar aqui num calor infernal, 36 graus. Um calor insuportável. 

A gente joga lá com 28, 29 graus. Tive que sair do vestiário, fui para o campo, mais quente ainda. Não aguentei. Não sabia onde ficar. 

E o time correu 90 minutos e tenho que parabenizar e dizer ao torcedor que tem sido duro, mas o Vitória tem um grupo de pessoas que quer fazer o Vitória de novo chegar aonde chegou num passado recente “, disse o cartola, em entrevista à Rádio Metrópole FM.

O mandatário do Leão ainda revelou que a situação financeira da agremiação melhorou, mas ainda está longe do ideal.

“Péssimo. Estamos reduzindo o custo e buscando receitas, muito poucas, por enquanto. Nós reduzimos, em quatro meses, perto de R$ 18 milhões/ano de custos diretos. 

Desde "radinho", de transmissor, TV a cabo, a atleta, funcionário... Nós já reduzimos um número impressionante, mas ainda não temos equilíbrio de caixa. 

Precisamos de recursos e de torcedor no estádio. Mas o torcedor do Vitória é torcedor do time, não do clube. Sou apaixonado pelo clube. Mas o torcedor é apaixonado pelo time. Basta um empate que, contra o Operário, já não tinha a mesma quantidade de gente. 

Enquanto tiver esperança, vamos seguindo, buscando nosso grande objetivo. Temos 12 dias agora para descansar. Presente de deus. Depois de sete partidas invictos, tomando um gol, agora temos 12 dias para trabalhar. Vamos saber aproveitar”, destacou.

O Vitória volta a campo contra o Guarani, no dia 14 de setembro, um sábado, às 16h30, no Barradão. O time rubro-negro tem 24 pontos e ocupa temporariamente a 14ª posição.  BN