Governo da Bahia

Governo da Bahia

Notícias de Última Hora

Bahia é recordista de jogos sem sofrer gols no Brasileirão

Copo meio cheio, copo meio vazio. Para o técnico Roger Machado é sempre assim que funciona o futebol. Na semana passada, o Bahia vivenciava a pior sequência de sua temporada acumulando sete jogos sem vencer, sendo cinco deles no Brasileirão. Além disso, já eram quatro partidas consecutivas sem fazer gol. O cenário de um princípio de crise mudou drasticamente após o tricolor vencer o Flamengo por 3x0: o copo deixou de ficar meio vazio e se tornou meio cheio.
Quer um exemplo disso? Ao passar os 90 minutos sem levar gol contra a equipe carioca, o Bahia se tornou o time que ficou mais jogos sem ser vazado no atual Campeonato Brasileiro, chegando à marca de sete que já pertencia a Santos e Palmeiras - primeiro e segundo colocado da competição, respectivamente.
Antes do Flamengo, a defesa tricolor tinha passado ilesa contra Avaí (1x0), São Paulo (0x0), Grêmio (1x0), Ceará (0x0), Cruzeiro (0x0) e Chapecoense (0x0).
Um dos fatores que separam o Bahia dos dois primeiros colocados do campeonato são os jogos em que o ataque passou em branco. O Esquadrão ficou seis jogos sem balançar a rede, sendo que acabou derrotado em duas dessas ocasiões. Primeiro contra o Athletico e depois frente ao próprio Santos - em ambas o Bahia perdeu por 1x0. Contra São Paulo, Ceará, Cruzeiro e Chapecoense foram empates em 0x0.
Próximo adversário do Bahia, o Palmeiras passou apenas uma partida sem fazer gol. Foi na única derrota sofrida pelo alviverde na competição, contra o Ceará, por 2x0, na 11ª rodada. O Santos também não marcou na única derrota que lhe foi imposta, contra o Palmeiras, por 4x0. Além disso, o líder saiu de campo sem anotar gol nos empates contra CSA e Internacional.
Muito devido aos sete jogos sem qualquer vazamento, o time de Roger Machado figura entre as melhores defesas do Campeonato Brasileiro. Foram 12 gols sofridos nas 13 partidas que o Bahia disputou. Palmeiras e São Paulo têm as melhores defesas, com sete gols sofridos.
Eles são seguidos por Corinthians e Santos, que sofreram 8 e 9 gols, respectivamente. Logo depois vem o Bahia, que sofreu o mesmo número de tentos que Internacional, Athletico-PR, Botafogo e Ceará.
Retrospecto
Desde que foi encerrada a Copa América, o Bahia disputou seis partidas, sendo quatro delas pelo Brasileirão. O tricolor fez gol em apenas duas ocasiões: primeiro contra o Grêmio no jogo de ida da Copa do Brasil e depois contra o Flamengo, no domingo (4). A equipe obteve três empates, duas derrotas e um triunfo desde que retornou da pausa. 

Pelo Campeonato Brasileiro, a sequência que era de três jogos sem marcar foi invertida. Agora, já são três partidas consecutivas sem buscar a bola no fundo da rede. Desde que a Série A passou a ser disputada por 20 equipes e no formato de pontos corridos, em 2006, o Bahia disputou sete edições, contando com a atual. Nesse período, o recorde foi nas temporadas de 2012, 2013 e 2017, quando ficou sem levar gol em 13 das 38 rodadas.
O pior desempenho foi no Brasileirão de 2011, ano que marcou o retorno do Bahia para a Série A. Naquele ano, o tricolor ficou em nove dos 38 jogos sem ter a defesa vazada. O número representa apenas duas partidas a mais do que o time já conseguiu nesta temporada, com 13 rodadas disputadas.
Para o jogo contra o Palmeiras no próximo domingo (11), o Bahia terá um desfalque no sistema defensivo. O zagueiro Juninho, titular da posição desde que chegou a Salvador, não pode entrar em campo porque pertence ao alviverde. Wanderson e Marllon brigam pela vaga. No ataque, Artur e Fernandão também são desfalques. Correio