Governo da Bahia

Governo da Bahia

Notícias de Última Hora

Torcedor argentino muda de visual, mas é detido pela segunda vez no Brasil

O argentino Ernesto Chazarreta foi detido pela segunda vez no Brasil no último domingo (23), ao tentar entrar na Arena do Grêmio para acompanhar a partida da Argentina contra o Catar, pela terceira rodada do Grupo B da Copa América. Apesar de ter mudado o visual, cortando a barba e o cabelo, ele acabou sendo reconhecido pela polícia. Segundo Patricia Bullrich, ministra da Segurança da Nação argentina, ele havia sido barrado no Mineirão no segundo compromisso da seleção no torneio, no empate em 1 a 1 com o Paraguai.

"Quis entrar na partida anterior e não pôde. Esse barra de Atlético Brown voltou a entrar no Brasil via Uruguai pretendendo burlar as autoridades, mas entre mais de 60 mil pessoas conseguimos identificá-lo", disse.

Ernesto Chazarreta é torcedor do Almirante Brown, clube da região metropolitana de Buenos Aires. Ele é apelidado como Lagarto e faz parte da torcida Los Dengues. De acordo com o jornal argentino "Olé", ele já foi acusado de homicídio. Trata-se de um barra brava, torcedores que comandam os espetáculos nas arquibancadas dos estádios, mas que ao mesmo tempo tem comportamentos violentos. Antes da estreia da Argentina na Copa América, Chazarreta já havia sido detido no Brasil ao ser identificado no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro. Ele foi enviado de volta ao país de origem.

O nome de Ernesto Chazarreta está numa lista de 5.400 torcedores com histórico de violência entre ao governo argentino ao governo brasileiro.

Classificada para as quartas de final ao terminar a primeira fase na segunda colocação do Grupo B com quatro pontos, a Argentina vai enfrentar a Venezuela no seu próximo compromisso. O duelo está marcado para sexta-feira (28), às 16h, no Maracanã. BN