Governo da Bahia

Governo da Bahia

Notícias de Última Hora

Quatro homens são presos na BR-324 após roubo a veículo de transportadora que levava celulares

Quatro homens foram presos, na manhã desta segunda-feira (17), na BR-324, altura de Simões Filho, cidade da região metropolitana de Salvador, ao tentarem roubar uma van que transportava uma mercadoria de celulares. O motorista da van foi feito refém e um dos criminosos fugiu. As informações são da Polícia Rodoviária Federal (PRF), responsável pela prisão.
Não há detalhes do número de aparelhos levados na van. A carga era levada para a cidade de Valença, no baixo sul baiano.
Ainda conforme a PRF, cinco homens, que estavam em dois carros, atuaram na tentativa de assalto. Eles abordaram o motorista da van na rodovia, na cidade de Simões Filho. Em seguida, dois seguiram em um dos carro, outros dois no outro veículo, e o quinto suspeito, entrou na van da transportadora e fez o motorista refém para que a vítima seguisse dirigindo.
“O transporte de entrega de mercadorias foi abordado na rodovia [BR-324, em Simões Filho]. Eles [os assaltantes] renderam o motorista, que seguia no sentido interior do estado, com uma arma. Uma pessoa que passava pelo local percebeu a ação e acionou a PRF. Quando eles [os assaltantes] seguiam para subir o viaduto do CIA, nós paramos eles para a abordagem. O homem que fazia o motorista de refém saiu correndo do carro e fugiu a pé, pelo matagal. Os outros quatro foram capturados”, explicou o inspetor Carqueja, da PRF.
Segundo o agente, o objetivo dos assaltantes era transferir a carga da van para um dos carros que estava com eles.
O motorista da van, alvo da ação dos assaltantes, foi ouvido pelos policiais rodoviários, mas também vai prestar depoimento na Delegacia de Furtos e Roubos de Salvador. Os quatro presos, serão apresentados na mesma unidade policial. Uma arma de fogo foi apreendida.
Conforme levantamento da PRF, dois dos presos já têm passagens pela polícia por roubo. Além disso, eles fazem parte de uma quadrilha de roubos de mercadorias nas estradas, segundo informou a PRF. (G1)