Governo da Bahia

Governo da Bahia

Notícias de Última Hora

Temer chega à sede da PF em SP para se entregar após mandado de prisão

O ex-presidente Michel Temer (MDB) deixou sua casa, no Alto de Pinheiros, Zona Oeste de São Paulo, às 14h45 desta quinta-feira para se apresentar à Justiça . Ele chegou à sede da Polícia Federal em São Paulo dez minutos depois. Lá, deve aguardar a definição sobre o local onde ficará preso. Sua defesa pediu para que a custódia seja na capital paulista , e não no Rio, onde corre a ação em que é réu acusado de corrupção nas obras de Angra 3.
O ex-presidente é alvo de investigação por suspeita de recebimento de propina da construtora Engevix, em troca de contratos na execução da construção da usina.
O coronel João Baptista Lima, também investigado neste caso, deixou sua residência por volta das 16h desta quinta-feira. Ele deixou o apartamento, na Vila Andrade, Zona Oeste, com o rosto coberto e também seguiu para a PF.
O empresário José Antunes Sobrinho  teve sua delação premiada homologada  pelo ministro Luís Roberto Barroso em outubro do ano passado. À PF, o empresário detalhou as negociações com o coronel João Baptista Lima, amigo de Temer e apontado como seu principal operador pelos investigadores, além das pressões sofridas para fazer pagamentos ao MDB.
Na noite de quarta, Temer havia prometido se entregar voluntariamente, mas estava esperando a expedição do mandado de prisão. À tarde, a Justiça deu prazo para que ele se entregasse até às 17h .
A prisão do ex-presidente era esperada desde às 7h. Profissionais de imprensa se aglomeravam em frente à residência, que teve os portões abertos agora à tarde para que dois carros saíssem a caminho da Superintendência da Polícia Federal em São Paulo. Temer estava em um dos veículos.
O advogado de Lima, Cristiano Benzota, diz que a defesa ainda elabora o pedido de novo HC ao Supremo Tribunal de Justiça (STJ) para recorrer ao pedido emitido inicialmente pelo juiz federal Marcelo Bretas.
A defesa também exigiu continuidade do tratamento médico ao câncer que Lima se submete e que, por ser coronel da Polícia Militar aposentado, permaneça em São Paulo em uma prisão militar.   OGlobo