Santo Antônio de Jesus

Santo Antônio de Jesus

Notícias de Última Hora

Homem caminha carregando cruz de São Miguel das Matas a Bom Jesus da Lapa para pagar promessa

O caminhoneiro Josenilton Ribeiro dos Santos, de 36 anos, já percorreu 183 km a pé, carregando uma cruz de madeira para pagar uma promessa. Ele partiu de São Miguel das Matas, município do Recôncavo da Bahia, e tem como destino o município de Bom Jesus da Lapa, no Sudoeste baiano. Na terça-feira (6/11), ele passou por Nova Itarana. Até o seu destino final, Niltinho, como é conhecido, percorrerá um pouco mais de 607 km até o Santuário de Bom Jesus. Antes da sua peregrinação, Niltinho passou na Igreja Matriz de São Miguel, onde recebeu as bênçãos do Padre Gonçalo.
A cruz pesa cerca de 20 kg. Com o calor que está fazendo, a trajetória do caminhoneiro é árdua. Ele começou a cumprir a promessa no último domingo (4/11) quando deixou a cidade natal. “Em um momento crítico da minha vida, conheci um pastor, que vendo a minha condição decidiu orar por mim. Após a oração ele me disse que tinha recebido uma revelação divina de que algo de ruim iria acontecer comigo. Horas depois da oração, uma peça do carro em que eu estava se soltou com o veículo ainda em movimento provocando um acidente na estrada. No carro estavam duas pessoas junto comigo, uma passageira, que era minha amiga, acabou falecendo, porém eu saí ileso”, relatou.
Niltinho não está sozinho em sua peregrinação. Um grupo de amigos e familiares o acompanha em carreata durante o percurso. No trajeto entre Milagres e Nova Itarana, os conterrâneos que seguem com ele, como apoio, registraram alguns momentos. Em entrevista a Itajay Junior, na Rádio Andaiá FM, Niltinho disse que os pés já estão doendo, mas que não desistirá. No Recôncavo, Niltinho já está se sendo chamado de ‘O Pagador de Promessas’, pelo seu ato de fé.
Em cada cidade que passa, Niltinho conta sobre sua promessa e recebe apoio dos moradores locais. Populares e curiosos oferecem algum tipo de ajuda ou param até mesmo para tirar fotos com o ‘Pagador de promessas’. “Apesar das dificuldades no caminho, como comida e hospedagem, elas estão sendo superadas graças a generosidade das pessoas. O que me fortalece é a minha fé e sei que Deus me ajudará”, garantiu.
As pessoas que ficam sabendo sobre a trajetória do caminhoneiro se admiram e o apoiam. Como costuma dormir nas cidades para descansar, ele não tem uma previsão exata de quando chegará a Bom Jesus da Lapa. No entanto, acredita que está perto de cumprir a promessa e diz que se sente grato: “Eu não vou desistir, vou chegar lá, se Deus quiser”. Niltinho contou que passou por uma situação difícil, era dependente das drogas e desacreditado de si mesmo. “Este foi  o grande motivo da minha caminhada. O livramento recebido após ter saído ileso do acidente merecia um ato de agradecimento e de fé”, justificou.
Andaiá